Agamenon Almeida

A vida é a arte do possível na busca do impossível.

Textos


FIZ UM NINHO

Por que tenho que reclamar?
Não sou produto do meio
Já sofri a minha hora
Hoje não tenho mais receio.
Afinal,
Vivi como um passarinho
Tive um galho
Fiz um ninho
Até os ovos choquei
Um azul outro pedrez.
Nasceram belos pintinhos
Que logo, como bons passarinhos
Deixaram o ninho de vez.
Hoje os vejo, cantando
Alegres, felizes, faceiros
Fazendo os seus próprios ninhos.
Já estou meio gagá
Até mesmo para cantar
Já não tenho mais força no peito;
Que jeito?
O que pode me restá
Tá na hora de saborear.
Porque tudo o que fiz
Foi bem feito.

Agamenon Almeida
Enviado por Agamenon Almeida em 28/04/2007
Alterado em 03/05/2007
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras