Agamenon Almeida

A vida é a arte do possível na busca do impossível.

Textos

NO PEITO TEM UM CORAÇÃO
Eu sou assim sou mesmo louco
Acredito em Papai Noel
Já vi Disco Voador
Faço barquinhos de Papel

Gosto de andar na chuva
De ver a lua andar no céu
Gosto de contar estrelas
E ver o sol rasgando o véu

Gosto de olhar as flores
Brinco de mal bem me quer
Gosto de ver as pessoas
Que o mundo já não quer

Gosto de olhar as nuvens
Feito flocos de algodão
Formando bichos, casas, torres
Em gloriosa ebulição.

Eu sou assim, sou mesmo louco.
Gosto de vagar nas ruas
Ouvir poetas, loucos, bobos
Que dizem que, a praça é sua.

Mas eu só quero é ser feliz
E lavrar campos de esperança
Fazer com que corações despedaçados
Voltem um dia a ser crianças.

Dizem que sou mesmo louco
Dizem que enlouqueci
Mas eu só quero acreditar
Que é possível ser feliz.
Agamenon Almeida
Enviado por Agamenon Almeida em 26/12/2006
Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras