Agamenon Almeida

A vida é a arte do possível na busca do impossível.

Textos


FLORES, SEMENTES E POESIA

FLORES
             Segui um caminho
             Encontrei obstáculos
             Colhi dissabores
             Chorei os horrores
             Às vezes sozinho.
             Plantei muitas flores
             De vários odores
             Sofri os revezes
             De muitos espinhos.
SEMENTES
             Arranco sementes
             Em duras jornadas
             Porque sou da estrada
             Pouco importa o medo
             Não escuto segredos
             Já me basta o dia
             Faço mil rebeldias
             Na estranha alegria
             De um secreto desejo.
POESIA
             Farei poesias
             Cantarei melodias
             Criarei teorias
             Pouca importa o achado
             Serei debochado
             Porque tudo é quimera
             A morte me espera
             Meu Deus, quem me dera
             Sem muita agonia.

Agamenon Almeida
Enviado por Agamenon Almeida em 17/05/2008
Alterado em 06/11/2008
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras