Agamenon Almeida

A vida é a arte do possível na busca do impossível.

Textos


SONHOS

Porque te desesperas desse jeito
Porque se foram tão depressa
Os teus sonhos?
Acalma-te.
Nada podereis acrescer
Ao teu destino.
Terás apenas os teus sonhos.
Todo o resto é apenas ilusão,
Que se quer resiste à morte.
Mas se ainda for possível,
Se, irremediavelmente,
Não destruístes teu coração,
Retoma e alimenta com fervor
Todos os teus sonhos.
Por mais banal que isto te possa parecer.
Vai !
Anda pela chuva,
Corre feliz como um menino.
E, por mais louco que seja
Ir ao horizonte.
Vai !
Porque eles, sim, o sonhos
Intrínsecos da alma,
São as forjas da eternidade.

Agamenon Almeida
Enviado por Agamenon Almeida em 01/04/2007
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras