Agamenon Almeida

A vida é a arte do possível na busca do impossível.

Textos


NOSSOS SONHOS

Nós temos sonhos. Sonhos que achamos possíveis e sonhos que achamos impossíveis.Mas na realidade, não há sonhos possíveis ou sonhos impossíveis. Há somente sonhos. A sabedoria oriental nos ensina que o homem para viver a plenitude da vida, necessita:
- PLANTAR UMA ÁRVORE
- TER UM FILHO
- ESCREVER UM LIVRO.
ÁRVORE - significa a nossa contribuição para a sobrevivência das espécies. O FILHO - representa o nosso legado para a perpetuação do homem.
O LIVRO - nossa participação na escola evolutiva do saber.
Assim também são os nossos sonhos.
Eles estão maravilhosamente situados em um desses estágios.
- A ÁRVORE – sobrevivência
- O FILHO – perpetuação
- O LIVRO - sabedoria.
Todos os nossos sonhos são plenamente possíveis e realizáveis.
Em dado momento, estamos tão sofregamente empenhados em nossa sobrevivência, que esquecemos da PERPETUAÇÃO, não acariciamos os nossos filhos, não percebemos o seu choro, e sendo assim, não nos foi possível desfrutar do eterno momento de enxugarmos suas lágrimas.
Quantas vezes nos reservamos o direito de ler A REPÚBLICA, de Platão; A DIVINA COMÉDIA, de Dante Alighieri; o PEQUENO PRÍNCIPE de Exupéry, a BÍBLIA, ou tantas ou-tras obras universais?
Leonardo Boff nos conta a história da Águia que, por ironia do destino, nasceu no meio de uma ninhada de pintinhos.
Depois de crescida, questiona a mãe Galinha, porque ela não pode voar e ganhar a imensidão dos céus.
Envergonhada, mas incapaz de dizer a jovem águia que ela era diferente e que tinha como voar, mas que ela, galinha, não sabia voar, e que não tinha como ensiná-la, diz apenas: NÓS SOMOS GALINHAS NÃO VOAMOS.
Quantas vezes não fomos à galinha dos nossos próprios sonhos.
Quantas vezes fomos à ÁGUIA MÃE, a empurrar para fora do ninho, precipício abaixo, a jovem Águia, na firme convicção de que só assim ela poderia conquistar o infinito?
Os nossos sonhos são as nossas aspirações, e as nossas aspirações as nossas oportunidades.
Portanto, não há sonhos possíveis ou impossíveis. Há somente sonhos.
Disse-nos o Pequeno Príncipe: Os homens do teu planeta cultivam cinco mil rosas num mesmo jardim, e não encontram o que procuram. E, no entanto, o que eles buscam poderia ser achado numa única rosa.
Coloque seus sonhos na dimensão do tempo e reserve:
Tempo para trabalhar - é este o preço do êxito.
Tempo para pensar - é esta a fonte do poder.
Tempo para divertir-se - é este o segredo da eterna juventude.
Tempo para ler - é esta a base da sabedoria.
Tempo para ser amigo - é este o caminho da felicidade.
Tempo para amar e ser amado - é este o privilégio dos Deuses.
Tempo para rir - é esta a musica da alma.
Tempo para ser útil aos outros - esta vida é demasiado curta   para que sejamos egoístas.
Tempo para sonhar - é este o meio de ligar a uma estrela, o carro em que se viaja na terra.


Agamenon Almeida
Enviado por Agamenon Almeida em 29/01/2007
Alterado em 29/01/2007
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras