Agamenon Almeida

A vida é a arte do possível na busca do impossível.

Textos


RAJADAS DE VENTO

Ouço o bater da porta.
Rajadas de vento
Embrenha-se pelas frestas
Tudo sacode
Tudo invade.
Noite fria de inverno
Solidão infinita.
Lá fora,
A rua deserta,
Os pingos da chuva
A voz que se cala.
Aqui dentro,
A solidão da alma,
Procurando companhia.
Uma taça de vinho
Uma conversa fiada
O calor de uma lareira
Duas almofadas.
Tão pouco,
Tão simples,
Tão vital.
Rajadas de vento.
Tudo sacode,
O sonho se perde,
A vida se apaga.
Agamenon Almeida
Enviado por Agamenon Almeida em 27/01/2007
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras