Agamenon Almeida

A vida é a arte do possível na busca do impossível.

Textos

QUEM SOU

Já fui subversivo
Anarquista
Revolucionário.
Arranjei um emprego,
Ganhei dinheiro, casei,
Comprei um violão.
Tenho três filhos
Plantei algumas árvores
Escrevi um livro;
De poesias, é bem verdade,
Que ninguém lê.
Pessimista convicto
Contraditório,
Gosto de andar contra a corrente.
Algumas vezes bebi demais,
E fiz o que não devia.
Deixei de fumar.
Deito na relva,
Gosto de lua,
Conto estrelas.
Falo da vida dos outros
Digo palavrões.
É. Já sou quase um Santo.
Agamenon Almeida
Enviado por Agamenon Almeida em 31/12/2006
Alterado em 03/01/2007
Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras