Agamenon Almeida

A vida é a arte do possível na busca do impossível.

Textos


MINHA POESIA


Eu não faço poesia para os outros
Eu faço poesia para mim mesmo
Para entender as dores e os amores
As angustia e as tristezas
As alegrias e os contentamentos.

Eu faço poesia para dizer, em certos dias
Que o mundo enlameia-se no fundo do poço
E para dizer em outro
Que lá no horizonte a felicidade existe
E que vale a pena sonhar.

Eu não faço poesia apenas para o deleite
Faço poesia para expor contradições
Incertezas, dúvidas e medos
Para tentar superar todos os dilemas
Para encontrar um caminho possível.

Quero apenas ser um poeta
Que tenta escapar da solidão
Que grita para ouvidos moucos
Que sabe ouvir o sibilar do vento
Que chora sobre um pedaço de papel.

Como posso ter uma obra perfeita,
Se sou a própria imperfeição?
Se alguma poesia expressar sentimento
É porque vivi a vida em toda a sua plenitude,
Serenidade, magia, loucura e razão.
Agamenon Almeida
Enviado por Agamenon Almeida em 25/12/2010
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras