Agamenon Almeida

A vida é a arte do possível na busca do impossível.

Meu Diário
08/07/2007 18h16
DESEJOS
Desejo primeiro que você ame,
E que amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer.
E que esquecendo, não guarde mágoa.
Desejo, pois, que não seja assim,
Mas se for, saiba ser sem desesperar

Desejo também que tenha amigos,
Que mesmo maus e inconseqüentes,
Sejam corajosos e fiéis,
E que pelo menos num deles
Você possa confiar sem duvidar.
E porque a vida é assim,

Desejo ainda que você tenha inimigos.
Nem muitos, nem poucos,
Mas na medida exata para que, algumas vezes,
Você se interpele a respeito
De suas próprias certezas.
E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
Para que você não se sinta demasiado seguro.

Desejo depois que você seja útil,
Mas não insubstituível.
E que nos maus momentos,
Quando não restar mais nada,
Essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.
Desejo ainda que você seja tolerante,
Não com os que erram pouco, porque isso é fácil,
Mas com os que erram muito e irremediavelmente,
E que fazendo bom uso dessa tolerância,
Você sirva de exemplo aos outros.

Desejo que você, sendo jovem,
Não amadureça depressa demais,
E que sendo maduro, não insista em rejuvenescer
E que sendo velho, não se dedique ao desespero.
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e é preciso deixar que eles escorram por entre nós.

Desejo por sinal que você seja triste,
Não o ano todo, mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra
Que o riso diário é bom,
O riso habitual é insosso e o riso constante é insano.

Desejo que você descubra,
Com o máximo de urgência,
Acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos,
Injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.

Desejo ainda que você afague um gato,
Alimente um cuco e ouça o joão-de-barro
Erguer triunfante o seu canto matinal
Porque, assim, você se sentirá bem por nada.

Desejo também que você plante uma semente,
Por mais minúscula que seja,
E acompanhe o seu crescimento,
Para que você saiba de quantas
Muitas vidas é feita uma árvore.

Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,
Porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano
Coloque um pouco dele
Na sua frente e diga "Isso é meu",
Só para que fique bem claro quem é o dono de quem.

Desejo também que nenhum de seus afetos morra,
Por ele e por você,
Mas que se morrer, você possa chorar
Sem se lamentar e sofrer sem se culpar.

Desejo por fim que você sendo homem,
Tenha uma boa mulher,
E que sendo mulher,
Tenha um bom homem
E que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes,
E quando estiverem exaustos e sorridentes,
Ainda haja amor para recomeçar.

E se tudo isso acontecer,
Não tenho mais nada a te desejar".


Victor Hugo
26.02.1802 – 22.05.1885
Escritor francês, autor de Os Miseráveis


Publicado por Agamenon Almeida em 08/07/2007 às 18h16
 
17/06/2007 16h42
SONHE
Sábio é o homem que conhece alguma coisa sobre tudo; e tudo sobre alguma coisa. O mais sábio é aquele que estuda como se fosse viver eternamente, e vive como se fosse morrer amanhã.
Se sua vida não foi um dia de sol, lute para que a sua noite seja cheia de estrelas.
Se tem um sonho SONHE, se tem uma ideia IDEALIZE... Porque por maior que seja a noite, o dia torna a clarear!
Se teus esforços forem vistos com indiferença, não desanimes, pois o sol ao nascer da um espectáculo todo especial, e no entanto a plateia continua dormindo.
Se você se sente só é porque construiu muros em vez de pontes.
Só tem direito de criticar aquele que tem coração para ajudar.
Só uma coisa torna um sonho impossível: o medo de fracassar.
Sonhar não é pecado... Pecado é destruir um sonho sem ao menos tentar realiza-lo.
Sucesso é conseguir aquilo que você quer. Felicidade é gostar daquilo que você conseguiu.

Publicado por Agamenon Almeida em 17/06/2007 às 16h42
 
16/03/2007 11h53
INTUIÇÃO
     Nós, ocidentais, preferimos a lógica e a idolatramos, mesmo quando está errada e baseada apenas em estatísticas. Sentimo-nos tolos por acreditar nas coisas da mente e do espírito; pensamos que não estamos sendo racionais e transformamos nosso cérebro num verdadeiro aparelho de televisão, com seus 100 canais ligados ao mesmo tempo, e a isso chammos de informação. Esquecemo-nos de que a intuição é o poder, que pouco utilizamos, para obter o conhecimento que não pode ser adquirido, seja pela observação científica, seja pela razão ou pela experiência.

Raul Marino Jr.
A Religião do Cérebro.

Publicado por Agamenon Almeida em 16/03/2007 às 11h53
 
11/01/2007 12h33
FELICIDADE
     Segundo o filósifo francês Voltaire, muitas pessoas procuram a felicidade "como o bêbado que procura a sua casa e não a encontra, embora saiba que ela existe".

Publicado por Agamenon Almeida em 11/01/2007 às 12h33
 
06/01/2007 19h39
PEGADAS NA AREIA
Uma noite eu tive um sonho. Sonhei que estava andando na praia com o Senhor. Através do céu, passavam cenas da minha vida. A cada cena que passava, percebi que eram deixados dois pares de pegadas na areia, um era o meu e outro era do Senhor.
Quando a última cena da minha vida passou diante de nós, olhei para trás para as pegadas na areia, e notei que muitas vezes no caminho da minha vida ficara apenas um par de pegadas. Notei também que isso acontecera nos momentos mais difíceis e angustiosos do meu viver. Isso aborreceu-me deveras, e perguntei então ao Senhor: - "Senhor, Tu me dissestes que, uma vez qeu resolvi te seguir, Tu andarias sempre comigo, todo o caminho, mas notei que durante as maiores atribulações do meu viver havia na areia dos caminhos da vida, apenas um par de pegadas. Não compreendo porque nas horas que mais necessitavas de Ti, Tu me deixastes."
O Senhor me respondeu: - "Meu precioso filho, Eu te amo e jamais te deixaria nas horas da tua prova e do teu sofrimento. Quando vistes na areia apenas um par de pegadas foi exatamente ai que Eu te carreguei nos braços.

Publicado por Agamenon Almeida em 06/01/2007 às 19h39



Página 3 de 3 1 2 3 [«anterior]

Site do Escritor criado por Recanto das Letras